quinta-feira, 24 de novembro de 2011

Indignados



"Em tempo de revolta e de incerteza, ou de transição, aparecem sempre em todo o lado certos indivíduos. Não falo dos chamados "homens de vanguarda" que costumam desunhar-se para ultrapassarem toda a gente (sua principal preocupação) e que, apesar de tão estúpido objectivo, têm um, mais ou menos definido. Não, falo da escumalha. Em qualquer período de transição emerge esta escumalha, existente em qualquer sociedade, que não só não tem qualquer objectivo como também não dá qualquer sinal de pensamento, exprimindo apenas, com toda a pujança, a inquietação e a impaciência. Entretanto, esta escumalha, sem o saber, quase sempre cai sob as ordens do pequeno grupo dos "homens de vanguarda" que age com um fim determinado e manipula todo esse lixo onde e como lhe aprouver, quando não se dá o caso de o próprio grupo "de vanguarda" ser composto por idiotas absolutos, o que, de resto, também acontece às vezes."

Fiódor Dostoiévski, em Demónios (3ª parte, 1.1), publicado em 1872


Sem comentários: